Rogério Ceni estreia neste domingo como técnico do Cruzeiro

Após a eliminação na Copa do Brasil diante do Internacional em pleno Mineirão, o técnico Mano Menezes pediu sua carta de demissão ao Cruzeiro Esporte Clube. A perda abriu portas para a contratação de um sonho antigo, o ex-jogador Rogério Ceni.

Na rodada de hoje, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro, Ceni estreará com a equipe mineira contra um rival de longa data. O desafio será bater o Santos que, atualmente, é líder isolado no torneio nacional. Em contraste, a Raposa não vai nada bem e tentará se recuperar.

Ceni
Foto: (reprodução/internet)

Saiba mais sobre este duelo que está gerando grandes expectativas para a tarde deste domingo a seguir, na continuação deste artigo!

O obstáculo de Rogério Ceni

Não é novidade que o Cruzeiro não anda apresentando um futebol de muita qualidade. Após a eliminação da Copa Libertadores nas oitavas de final contra o River Plate, a justificativa era o foco na Copa do Brasil.

No entanto, nem mesmo este torneio o clube disputa mais. Na última semana, o Internacional também eliminou o Cruzeiro e reduziu ainda mais as chances dos mineiros verem uma taça este ano. O que resta é reparar os danos do Brasileirão e tentar a permanência na série A.

ANÚNCIO

Por isso, o desafio de Rogério Ceni como técnico do time não será nada fácil em Belo Horizonte. Na última terça-feira, Ceni foi apresentado e já deu início aos treinos durante toda a semana na Toca da Raposa II.

Para seu primeiro jogo, o novo mandante não revelou qual seria sua preferência de escalação nem a tática a ser adotada. No meio-campo surge uma grande incógnita: escalar Marquinhos Gabriel ou Robinho? E no ataque: Sassá ou Fred?

A ausência de gols do artilheiro Fred (que está há 16 partidas sem marcar) confere a Sassá uma maior chance de estar presente. Na verdade, a ausência de gols é uma realidade generalizada na equipe, que estava há 8 jogos sem marcar antes do empate contra o Avaí.

Porém, mesmo tendo quebrado este jejum, um outro continua, a falta de vitórias no Campeonato Brasileiro. Já se completaram 100 dias desde a última vitória neste torneio. Por conta de todos este desempenho ruim, atualmente o clube se encontra na 17ª colocação, com curtos 11 pontos.

Apesar de poder ultrapassar com facilidade o Fluminense, que está na 16ª posição no momento (com 12 pontos), terá dificuldades para passar o Vasco. Os alvinegros cariocas já acumulam 6 pontos a mais.

Além do Santos, o desafio será contra Sampaoli

Rogério Ceni nunca escondeu de ninguém a sua admiração por Jorge Sampaoli, atual técnico do Santos. No ano de 2016, o ex-goleiro chegou a viajar para a Espanha para poder acompanhar o trabalho de Sampaoli à frente do time que comandava na época, o Sevilla.

Na coletiva de imprensa concedida em sua apresentação no Cruzeiro, Ceni falou um pouco sobre a relação dos dois e sua admiração pelo mandante. Na ocasião, o técnico não economizou os elogios.

“Acho que ele é um técnico acima da média, um técnico fora da curva. Merecedor de todo sucesso que tem aqui. Há três anos, fui a Sevilha e assisti a uma semana de trabalho dele. O Ganso ainda estava, o Mariano (lateral-direito, ex-Cruzeiro). Não é difícil compreender por que o Santos joga dessa maneira no Brasileiro. É uma das equipes mais organizadas, mais difíceis de ser vencidas”

Além do mandante argentino, Ceni tem como referencial técnicos de dois clubes ingleses. O alemão Jurgen Klopp, que está atualmente no Liverpool, e Pep Guardiola do Manchester City.

O jogo

O duelo entre Cruzeiro e Santos será neste domingo, às 16h. Este confronto será pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro e a expectativa é que estejam presentes cerca de 40 mil torcedores no Mineirão.

ANÚNCIO