Peru elimina o Chile e está na final da Copa América

Em campo, o Peru era o menos favorito na semifinal de ontem. Após goleada de 5 a 0 para a seleção brasileira, todos aguardavam o resultado positivo do Chile.

Porém, os peruanos surpreenderam e atropelaram a seleção de Eduardo Vargas. Depois de longos 44 anos, a seleção repete o feito de alcançar a final da Copa América.

Peru
Fonte: Getty Images

Primeiro tempo disputado

Nos primeiros minutos que marcaram a semifinal, várias possibilidades para abrir o placar surgiram. Entretanto, as seleções não conseguiram marcar logo no início. Christian Cueva foi o primeiro a perder a oportunidade. Após toque de Guerrero, o meia pegou mal na bola e chutou à esquerda do gol. Na sequência, Aránguiz recebeu o passe de Beausejour na entrada da pequena área e desperdiçou. 

As seleções estavam com sede de jogo, sem medo de partir pro ataque. O passe de bola era rápido. Nessa dinâmica, o meia Edison Flores marcou o primeiro gol do jogo, após o desvio de bola de Carrillo. O lance era duvidoso e o VAR foi acionado. Isla dava condição para a jogada e agora o Peru contava com a vantagem.

O Chile partiu com tudo para o empate, mas os peruanos marcavam com afinco e organização. Carlos Zambrano e Luis Abram faziam o paredão e era difícil furar a zaga do Peru.

ANÚNCIO

Arias abandonou o gol chileno e tentou ajudar na marcação mas acabou se atrapalhando. Carillo driblou o goleiro e cruzou para Yotún. O meia recebeu o cruzamento e chutou no gol vazio do Chile. A seleção peruana amplia o placar, 2×0.  

Apesar do resultado, a equipe de Reinaldo Rueda foi superior no quesito posse de bola na primeira etapa. Porém, os peruanos foram mais precisos e tiveram mais finalizações. 

Última etapa

A missão dos chilenos agora era mais difícil. Marcar 2 para tentar a decisão nos pênaltis ou virar o placar. A primeira oportunidade do segundo tempo surgiu numa cobrança de falta. Aránguiz foi para a cobrança e Sánchez tentou marcar de cabeça, mas a bola bateu no travessão de Gallese. Guerrero encheu o pé e tirou a bola da área.

O Peru manteve o ritmo da primeira etapa e ainda desperdiçava as chances de gol. Cueva recebeu cruzamento de Guerrero e levou até a grande área. Tocou para Yotún mas o meia recebeu de mal jeito e chutou pra fora.

O jogo não poderia acabar sem Guerrero deixar sua marca na semifinal. Num lindo lance, o atacante do Internacional recebeu o passe de Tapia já na pequena área e driblou o goleiro chileno, marcando mais um para o Peru. O gol colocou o atacante na lista de maiores artilheiros da Copa América, com 13 gols.

Enquanto Arias ia de mal a pior, Gallese brilhava. Aos 49 minutos da segunda etapa, o Chile ganhou um pênalti. Com uma mão, o goleiro da seleção peruana conteve o chute de Eduardo Vargas, que perdeu a oportunidade de aliviar o placar.

Peru é o adversário do Brasil na final

Com a vitória, o Peru consegue acesso à final da Copa América após 44 anos. Às 17h do domingo, Brasil e Peru irão jogar pela taça e o palco será o Maracanã.

O Chile, por sua vez, tentará se despedir do torneio com a terceira colocação. A disputa pela posição será contra a Argentina na Arena Corinthians, sábado, às 16h.

ANÚNCIO