Holanda enfrentará os Estados Unidos na final da Copa do Mundo

Em 2019, a seleção feminina de futebol da Holanda, está participando da Copa do Mundo pela segunda vez. No entanto, as holandesas nunca foram tão longe no torneio. Nesta edição, chegar na semifinal já foi fazer história no futebol feminino holandês.

Porém, elas foram ainda mais longe do que se esperava. Ontem, no Parc Olympique Lyonnais, a ‘Laranja Mecânica’ bateu a Suécia com apenas um gol, mas que foi suficiente para levar a seleção holandesa a um lugar inédito: a final da Copa do Mundo Fifa.

Holanda
Foto: Jean-Philippe Ksiazek/AFP

Um início sem gols

Era fato que o jogo de ontem não seria fácil para nenhuma das equipes. Dos dois lados existiam mulheres decididas a fazer história pelos seus respectivos países. A primeira tentativa veio da Holanda. Miedema recebeu a bola na entrada da área e tentou o chute, mas foi pra fora.

Durante o primeiro tempo, a Suécia jogou com cautela e dominou o jogo. A posse de bola era das suecas e a marcação era precisa. Sem muito espaço pra jogar e sob pressão, as holandesas precisaram se apoiar nas oportunidades de contra-ataque que iam surgindo.

As atacantes Vivianne Miedema e Lieke Martens da Holanda se destacaram nas arrancadas e tentativas de marcar. Porém, o primeiro tempo terminou e o jogo permaneceu no 0 a 0.

ANÚNCIO

Segundo tempo disputado

Na volta do intervalo, as jogadoras estavam num ritmo morno e a torcida parecia desanimada, até Veenedaal fazer uma defesa espetacular. Fischer aproveitou o rebote, após chute de Ericksson, mas a goleira holandesa espalmou a bola e salvou o gol. A arquibancada vibrou com a defesa e o clima do jogo começou a esquentar.

Por sua vez, a Holanda partiu para sua especialidade em lances aéreos e quase marcou duas vezes. Entretanto, Lindahl defendeu bem o gol sueco e afastou o perigo das finalizações de Miedema e Van der Sanden. O jogo seguiu sem gols na etapa regular, apesar de o ritmo ter ficado acelerado e as seleções terem saído mais pro ataque.

Holanda incansável

O duelo entre as seleções precisou seguir para o tempo extra de prorrogação e, no primeiro tempo, a Holanda ditou o movimento no campo. A dinâmica era intensa e a seleção holandesa estava disposta a abrir o placar para não ter que levar a decisão aos pênaltis. Jackie Groenen aproveitou a sobra do toque errado de Sembrant e fez chute ao gol. Lindahl não teve condições de impedir o gol da Holanda

A equipe da Holanda foi intensa nos 90 minutos regulares e deram o fôlego final na primeira etapa da prorrogação. No fim do jogo já estavam esgotadas e quase sofreram o empate. Após escanteio batido por Kosovari Asllani, a sueca aproveitou a sobra deixada pelo corte da defesa holandesa. A artilheira do time, no entanto, chutou por cima do travessão de Veenedaal.

Final contra os Estados Unidos

Com o resultado, a seleção feminina da Holanda chega à final da Copa do Mundo. O próximo desafio, entretanto, não será fácil. As holandesas precisarão enfrentar a equipe multicampeã dos Estados Unidos. Ao todo, as americanas totalizam três copas mundiais.

O jogo entre Estados Unidos e Holanda acontecerá neste domingo, às 12h, também no Parc Olympique Lyonnais. 

ANÚNCIO