Athletico Paranaense elimina o Flamengo em Maracanã lotado

A noite de ontem foi de decisão para a Copa do Brasil. Em um do jogos das quartas de final, Flamengo e Athletico Paranaense estiveram no campo do Maracanã para decidir quem iria chegar na semifinal.

No confronto, o Club Athletico Paranense se saiu melhor e eliminou os rubro-negros cariocas. No tempo regular, o resultado ficou empatado com um gol para cada lado. Após uma disputa de pênaltis, o Athletico foi decisivo e vitorioso, alcançando a vaga na próxima etapa do torneio.

Athletico
Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes

Jogo complicado

70 mil foi a ocupação do estádio das Laranjeiras ontem à noite. O Flamengo entrou em campo como favorito, justamente por estar jogando em casa. No primeiro jogo na Arena da Baixada, os clubes rubro-negros encerraram o jogo em empate de 1 a 1. No entanto, o desfecho do confronto de dois jogos surpreenderia a todos.

O treinador português Jorge Jesus foi ousado na escalação do Flamengo. O esquema colocado em campo era o de um time muito ofensivo. Logo nos sete minutos iniciais da primeira etapa, Arrascaeta desviou de cabeça um cruzamento para a área. O cabeceamento voou com perigo para a meta do goleiro Santos, que fez uma defesa espetacular.

O Flamengo continuou na pressão e o próximo perigo já veio 8 minutos depois, quando o temporizador marcava 15’. Rafinha deu arrancada pelo lado direito do campo e fez cruzamento preciso para Lincoln. O atacante desviou a bola e quase marcou o gol. Os paranaenses se salvaram pela trave.

ANÚNCIO

Aos 29 minutos do primeiro tempo, o atacante Rony do CAP até tentou dar uma resposta ofensiva aos cariocas, mas não levou muito perigo. A etapa inicial do jogo não teve demais emoções e os times fecharam o tempo sem gols.

O Flamengo voltou para o segundo tempo mais ágil no meio de campo, conseguindo armar mais jogadas. Portanto, em um Maracanã lotado, os cariocas conseguiram abrir o placar aos 16 minutos com chute de Gabigol. Vitinho e Everton Ribeiro montaram a jogada e entregaram para o atacante fazer. Com o resultado, Gabigol soma 18 gols nos 29 jogos que está vestindo a camisa do clube da Gávea.

Athletico diminui a desvantagem

Para tentar recuperar a desvantagem, o Athletico passou a abrir mais e jogar de maneira ofensiva, abandonando os contra-ataques. A nova forma de jogar funcionou, e o CAP conseguiu resultado 15 minutos depois do susto. Rony foi acionado por Bruno Nazário nas costas da zaga e mandou a bola para o gol sem pensar duas vezes. O placar era 1 a 1 e a disputa ficou mais acirrada pela vaga, afinal, o resultado do jogo de ida estava se repetindo.

O CAP ainda tentou a virada, mas sem sucesso. Aos 46 minutos da etapa final, Rony pegou um rebote na entrada da área e bateu forte, mas a bola foi pra fora. A disputa pela semifinal teria de ir às cobranças de pênalti.

Nas penalidades, os paranaeses foram soberanos. O Flamengo já inaugurou a série de cobranças com irresponsabilidade. O meia Diego bateu fraco e Santos, com facilidade, impediu o gol. O desperdício não foi o único dos rubro-negros cariocas. Nas cobranças seguintes, o Flamengo só conseguiu marcar um gol, com ponto de Cuellar. Diante do baixo rendimento flamenguista, o Athletico confirmou a classificação com 3 a 1 nos pênaltis.

Na próxima etapa do torneio, o Athletico enfrentará um rival sulista, o Grêmio. Os jogos da semifinal ainda não possuem data confirmada pela CBF.

ANÚNCIO