Seleção Brasileira perde para Austrália e Marta critica arbitragem

A atacante brasileira fez duras críticas à arbitragem e ao VAR após “pênalti claríssimo” não marcado

Após o final do jogo da seleção brasileira feminina de futebol contra a Austrália pela Copa do Mundo feminina, que aconteceu na última quinta-feira (13), Marta fez duras críticas à arbitragem e ao uso do VAR (árbitro assistente de vídeo). A jogadora, atacante do time brasileiro na mundial, defendeu que o time deveria receber um pênalti que foi negado pela árbitra da partida.

A partida contra as australianas ocorreu a segunda rodada da Copa do Mundo feminina 2019. Ao fim do jogo, a seleção brasileira feminina foi derrotada por 3 a 2 da Austrália. Apesar da derrota, a jogadora fez o seu primeiro gol nesta copa, mas isto não foi o suficiente para deixá-la contente com a partida.

imagem: Eugenio Savio/AP

Segundo a jogadora, nos minutos finais da partida, houve uma ocorrência de um “pênalti claríssimo”. Contudo, a arbitragem de vídeo negou a existência do pênalti e a equipe brasileira não teve a oportunidade de empatar a partida.

Ao finalizar a partida, Marta comentou o ocorrido: “Triste pelo resultado e por tudo que aconteceu no jogo, mas deixamos claro que temos capacidade de jogar de igual para igual contra qualquer adversário. Poderíamos ter saído com o empate se a árbitra marcasse o pênalti claríssimo, mas não podemos lamentar, porque é parte do jogo”, comentou a atleta.

ANÚNCIO

Marta sofreu uma lesão que a retirou da primeira rodada do campeonato, mas isto não parece deixar a atacante com menos vontade de ser campeã do mundo.

Ao ser questionada sobre a substituição que ocorreu no jogo, ela comentou de forma contundente aos meios de comunicação: “Já estava previsto, porque por mais que eu não estivesse sentido nada, já vinha há bastante dias sem treinar com tanta intensidade. Teve até gente insinuando que eu vim para seleção já machucada, mas não foi isso que aconteceu. E isso não aconteceria, porque eu seria a primeira a pedir para ir embora. Alguns colocaram em dúvida até o trabalho que eu faço com o meu clube, e é um absurdo”.

Marta também comentou após o jogo sobre a situação da seleção brasileira feminina após ter sofrido o primeiro gol dos oponentes Australianos. Segundo a jogadora, a equipe sofre para a substituição de Formiga, mas emite uma mensagem de união e companheirismo mesmo com a derrota em campo: “Primeiro que a gente lamentou muito por termos tomado um gol no final do primeiro tempo. Foi uma jogada muito rápida, e nós tínhamos que ter a sensibilidade de segurar a bola na frente para dar uma esfriada no jogo. Além disso, deveríamos ter voltando mais ligadas. Perdemos o controle do meio de campo. Substituir a Formiga é difícil, mas as meninas fizeram o que puderam. Acontece e é do jogo. Se ganhamos estamos juntas, se perdemos também”, disse Marta.

As jogadoras da equipe brasileira não aparentam estarem abaladas com a derrota para a Austrália. Os próximos jogos decidirão o futuro da seleção brasileira na Copa do Mundo feminina 2019 e toda a equipe vê o futuro com boas possibilidades.

ANÚNCIO