PSG trava saída de Neymar e leva Barcelona a oferta final

A novela entre Neymar e PSG ainda está rendendo muitas especulações e boatos. Há quem diga que o clube francês não quer mais o brasileiro. Mas, enquanto isso, um outro grupo defende uma ideia diferente.

Neste outro lado, uma afirmação feita por um jornalista do Le Monde deixou muitos em dúvida. De acordo com este comentário, quem estaria dificultando a saída de Neymar do Paris Saint-Germain, é o próprio dono do clube.

psg
Foto: (reprodução/internet)

Entenda mais a respeito desta história conturbada a seguir, na continuação deste artigo!

Tudo é uma estratégia do PSG

No momento, quem está à frente do comando do PSG é a instituição Qatar Sports Investment. Segundo a notícia que o Le Monde trouxe na edição do último domingo, Tamin Bem Hamad Al Thani, proprietário da instituição, não tem interesse algum em abrir mão de Neymar nesta janela de transferências.

O jornal ainda fez uma outra afirmação que, se for confirmada, poderá afetar na relação que o PSG possui com Real Madrid e Barcelona. Não é novidade para ninguém que as duas rivais da espanha estão em uma disputa acirrada pelo jogador.

ANÚNCIO

Mas, segundo o boato, o presidente do Paris, Nasser Al Khelaifi, já está ciente do posicionamento de Al Thani e está apenas brincando com a situação. Quem também foi comunicado da decisão foi o diretor esportivo do PSG, Leonardo.

Para explicar o porquê de toda essa movimentação, o jornal montou uma teoria bem interessante. Tudo, no fim, trata-se de uma forma de valorizar a imagem do PSG em dois aspectos. Isto é, tanto para o mercado quanto para o próprio Neymar.

Resistir às investidas de dois dos clubes mais ricos do futebol, confere ao PSG uma mensagem de força. Ao mesmo tempo, o clube pode mostrar a Neymar que não está preocupado com as suas exigências. No final de tudo, a intenção é fazer com que isso cause um efeito positivo para o PSG.

Barcelona insiste na recontratação

Desde que saiu da equipe espanhola em 2017, já perdemos as contas de quantas vezes ou Neymar ou o Barcelona citaram um ao outro durante as janelas de transferências. Com a insatisfação do craque na França, as menções ficaram ainda mais intensas.

Mesmo com toda essa teoria montada pelo Le Monde, o clube catalão segue demonstrando muito interesse e não vai desistir tão fácil. Nesta terça-feira, está marcada uma reunião entre as altas cúpulas dos dois times. Segundo algumas pessoas próximas, esta será a cartada final do Barcelona por Neymar nesta janela.

Quem estará em viagem para o encontro no PSG serão Óscar Grau, Javier Bordas e Eric Abidal, membros da diretoria blaugrana. A informação é da emissora RAC1, da Catalunha. A RAC1 afirma que a proposta a ser feita será a última que Leonardo receberá.

A decisão em impor limites à negociação se deve ao fato de que as viagens para reuniões já estão acontecendo há muito tempo. Por exemplo, há algumas semanas, o mesmo trio de dirigentes esteve em Paris e voltou sem firmar nenhum acordo.

Existe ainda a especulação de que a venda de Neymar poderia ser aceita no caso de uma oferta altíssima. O valor: 100 milhões de euros, o que equivale a 460 milhões de reais em média. No entanto, o dinheiro não seria suficiente para o acordo. O PSG ainda exigiria que fossem envolvidos os jogadores Dembélé e Semedo para a liberação do brasileiro.

Entre os colegas de trabalho no elenco do Paris Saint-Germain, Neymar é muito querido. Recentemente, o jogador e capitão da equipe, Thiago Silva, falou um pouco sobre essa situação incômoda entre o clube e o jogador.

De acordo com o defensor, ele solicitou que a camisa 10 fosse entregue a Neymar, de modo que ele ainda continue por mais um tempo em Paris. Thiago Silva não escondeu em momento algum a sua expectativa para que o colega continue na equipe.

“Eu quero que ele fique e eu também disse isso a ele. Ele é um jogador indispensável para qualquer equipe. Eu não sei exatamente o que está acontecendo entre ele e o clube, é um problema em particular, mas eu estou realmente esperando a janela de transferências acabar, porque é uma situação que eu não aguento mais”

E ainda continuou, falando sobre o episódio da estreia do clube no campeonato francês.

“Os torcedores poderiam ter se comportado de maneira diferente, mas acho que, se Neymar voltar e começar a ajudar o clube, jogando como no ano passado, todos ficaremos felizes no final da temporada”

Nesta ocasião mencionada por Thiago Silva, os torcedores bradaram ofensas a Neymar na partida contra o Nimes. Em meio às complicadas para se chegar a uma conclusão da novela, a torcida ergueu uma faixa que indicava “Neymar, cai fora”. Juntando a este acontecimento, a vontade do brasileiro em permanecer na equipe é cada vez menor.

Os motivos de Neymar

Esta novela teve início ainda no mês de junho, quando o jogador enviou uma mensagem ao presidente do clube francês manifestando seu interesse em sair. No recado, particular, Neymar afirmou “Não quero mais jogar no PSG. Quero voltar para minha casa, de onde nunca devia ter saído”.

Para rebater a mensagem, o presidente foi bastante contundente. Nasser Al-Khelaifi relembrou que os contratos ainda precisavam ser cumpridos e que ninguém havia obrigado o craque a fazer parte do projeto da equipe.

“É claro que há contratos a serem respeitados (Neymar assinou com o clube francês até 2022), mas a prioridade agora é o compromisso total com o nosso projeto. Ninguém obrigou Neymar a assinar com o PSG. Ninguém o forçou. Ele veio conscientemente para participar no nosso projeto”

ANÚNCIO