Palmeiras é eliminado na Libertadores e Felipão se irrita

Bem colocado no Campeonato Brasileiro, mas, aos poucos se despedindo das demais competições da temporada. Atualmente, esta é a realidade do Palmeiras de Felipão, o que não está trazendo muito orgulho para o técnico.

Na noite de ontem, o Verdão se viu diante de mais uma eliminação. Dessa vez, o torneio era de um porte maior, a Copa Libertadores da América. No placar agregado, Palmeiras e Grêmio fecharam a fase com 2 gols cada, mas o tricolor gaúcho se saiu melhor na pontuação marcada fora de casa.

Felipão Palmeiras
Foto: (reprodução/internet)

Com a derrota, Felipão não escondeu a insatisfação na coletiva de imprensa realizada após o confronto. Saiba mais sobre a eliminação e as declarações de Luiz Felipe Scolari a seguir, na continuação deste artigo!

Felipão aumenta o tom

Em todo o histórico de sua carreira, o atual comandante do Palmeiras sempre preferiu por desviar a atenção de sua equipe em situações desfavoráveis. Geralmente, é essa a postura que Felipão adota em casos de eliminação, por exemplo.

No entanto, ontem o ex-técnico da seleção brasileira, adotou uma forma de falar um pouco mais firme, chegando até mesmo a cobrar publicamente melhores resultados de seus jogadores. Na ocasião, o Palmeiras foi eliminado em uma derrota por 2 a 1 contra o Grêmio, em pleno Pacaembú.

ANÚNCIO

Na coletiva, o maior estranhamento veio devido à mudança do técnico na forma de abordar a eliminação. Por exemplo, quando o Porco foi eliminado da Copa do Brasil pelo Internacional há algumas semanas, o mandante praticamente blindou seu elenco.

Dessa vez, Luiz Felipe Scolari foi bem mais incisivo quanto à qualidade do futebol apresentado em campo por sua equipe. As declarações do mandante tiveram uma subida de tom e ele fez questão de apontar as falhas cometidas.

Afinal, Felipão não vai poder fingir para sempre que a culpa do insucesso do Palmeiras em algumas competições é apenas fruto do acaso. Por isso, a irritação do técnico acabou ficando bem evidente.

Scolari, inclusive, deixou bem claro que o resultado negativo veio após uma série de falhas cometidas, tanto por ele quanto pelos jogadores. A análise contrasta com as declarações em eliminações anteriores, em que o treino e a preparação sempre eram mais evidenciados e valorizados.

De acordo com Felipão, seu maior descontentamento se deve justamente ao fato de que, em vários treinos, situações como as que levaram aos gols do Grêmio na noite de ontem, foram postas em prática. Porém, o elenco não estava tão afiado e não soube executar bem as jogadas treinadas.

Na eliminação, o desempenho foi bem abaixo do esperado. Afinal, em questão de apenas 4 minutos, o tricolor gaúcho conseguiu marcar 2 gols. O primeiro, fruto de um lance de bola parada. Logo em seguida, Alisson aproveitou a sobra de uma grande jogada de Everton e marcou o gol da vitória.

Luiz Felipe Scolari foi bem enfático e específico na escolha de suas palavras. Em uma das respostas, o mandante afirmou:

“Pagamos caro por erros que cometemos e que sabíamos, estudamos o adversário, tínhamos a consciência de que algumas situações eram aquelas desenhadas. Mas por alguma razão não estávamos no lugar certo”

E continuou:

“Meu sentimento é de tristeza. Eu poderia estar alegre, mas trabalho com pessoas e tenho que aceitar que, algumas vezes, como eu cometo erros, outros também cometem”.

Como o Palmeiras se saiu no jogo

Apesar da eliminação, uma coisa é fato: o Palmeiras lutou com garra para tentar a classificação. No início do jogo, a equipe paulista entrou com sede no gramado e foi a responsável pela abertura do placar.

O gol veio após uma oportunidade aproveitada pelo atacante Luiz Adriano, o qual ainda não tinha marcado pelo Verdão desde que chegou. O goleiro Paulo Victor não defendeu bem e acabou mandando a sobra nos pés do jogador, que apenas chutou para marcar.

No entanto, a alegria da vantagem não durou muito tempo e, rapidamente, o clube gaúcho conseguiu estabelecer o empate. Em uma jogada bem calculada, Jean Pyerre fez um cruzamento certeiro para Everton Santos. Na recepção da bola, Everton deu um chute por cima de Weverton e acertou o primeiro gol do tricolor.

O empate foi suficiente para mexer com a estrutura do Palmeiras, que agora parecia estar jogando no desespero. Quem mais sentiu o resultado do Grêmio foi a zaga, setor que cometeu um erro fatal que possibilitou o gol da virada.

Cebolinha chegou perto da área no estilo e, rapidamente, foi impedido pela marcação. No entanto, a bola acabou sobrando para Alisson, que conseguiu marcar pela equipe. Apesar do resultado, que passou a ser desfavorável para o Palmeiras, os paulistas continuaram intensos no jogo.

A principal aposta da equipe de Felipão foi pelo lado direito do campo. Dudu, juntamente com Marcos Rocha e Gustavo Scarpa, conseguiu levar a melhor sobre o lateral Bruno Cortez.

As coisas começaram a desandar um pouco com uma alteração feita no intervalo: saiu Willian para entrar Deyverson. Fora isso, Dudu ficou no centro, Scarpa foi alocado para o lado esquerdo e Luiz Adriano para o direito.

A análise de Felipão

No término da partida, o mandante do Palmeiras assumiu que as escolhas feitas para a mudança na configuração foram mal feitas. Felipão avaliou:

“Idealizamos uma situação em que o Deyverson entraria e se colocaria um pouco mais à frente, para dificultar os dois zagueiros e ter uma bola aérea melhor. Mas não conseguimos criar algumas coisas. Quando criamos oportunidades, o Deyverson tinha saído um pouco para trabalhar a bola e não estava presente nos cruzamentos, que foram razoáveis”

Na análise do treinador, a sua equipe acabou se conformando com a superioridade do Grêmio em campo e não apresentou um espírito “copeiro”. Scolari ainda chegou a dizer que o elenco precisa ter a mesma postura de clubes como River Plate e Boca Juniors e jogos decisivos.

De acordo com o técnico, devem ser feitas algumas alterações na equipe após a eliminação. Nos próximos dias, devem ser realizadas algumas conversas com a diretoria.

Com a eliminação, resta ao Porco se manter bem no Brasileirão. O próximo jogo na competição acontecerá no próximo domingo, contra o Flamengo, no estádio Maracanã, a partir das 16h.

ANÚNCIO