Futebol de areia é a nova onda do momento

Sol, praia, uma bola, um grupo de amigos reunidos e tudo aqui no Brasil. Convenhamos, no país do futebol, é quase óbvio que esse grupo de amigos começaria a jogar um futebol, não é verdade? Afinal, esse é um dos esportes mais populares do país (para não dizer o mais popular).

E, enquanto o futebol surgiu na Inglaterra, sua versão da praia, isso é, o futebol de areia tem origem brasileira! Se, de um lado teve a garota de Ipanema, do outro, em Copacabana, na década de 1930, surgia um novo esporte que em pouco tempo conquistaria o mundo.

Contudo, embora seja popular e já tenha sido cotado para ingressar nas olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, ele ainda não faz parte dos jogos. Se na próxima olimpíada até o skate terá um lugar como esporte olímpico, quem sabe não vejamos o futebol de areia em breve?

futebol de areia
Fonte: (reprodução/internet)

Quer saber mais sobre esse esporte que saiu das areias do Rio de Janeiro para o mundo?

Origem

Como foi falado ali em cima, ele começou durante a década de 30, como uma opção de lazer e diversão entre amigos. Em pouco tempo ele já era algo bem popular entre os cariocas, e aos sábados os amigos começaram a se reunir e formar os times para jogar.

ANÚNCIO

Começaram, então, os campeonatos “organizados”, onde um bairro jogava contra o outro. E o esporte foi só crescendo e chamando mais a atenção, até mesmo de jogadores que já eram consagrados nos gramados que começaram a entrar nos times.

Mas, nem sempre ele esteve em alta, durante a década de 1970 a violência na cidade carioca cresceu, e enquanto a violência crescia, o futebol de areia diminuía, chegando a ficar meio apagado por um bom tempo.

Se tornando algo profissional

Então, na década de 1990, o ex-jogador do Flamengo e da seleção brasileira, Júnior, apresentou o esporte para um amigo italiano, o Giancarlo Signorini. Esse italiano ficou apaixonado pelo esporte e enxergou o potencial que existia nele.

Então, as regras foram refeitas, sendo adaptadas para as possibilidades reais do jogo na areia e, o que era apenas uma diversão descontraída, começou a dar seus primeiros passos rumo à profissionalização.

Novas regras

Esse processo levou, aproximadamente, 2 anos e, em 1992, nascia a Beach Soccer Worldwide (BSWW), já com as novas regras, diminuindo a quantidade de jogadores, estabeleceu o tamanho do campo e as áreas dentro dele. Muito do que foi criado na época ainda vale nos dias atuais.

O esporte surgiu no Brasil, mas, o campeonato piloto, isso é, o primeiro, aconteceu em Los Angeles, com a participação de quatro seleções. Brasil, Argentina, Itália e os donos da casa Estados Unidos da América.

A responsabilidade de escalar os melhores do Brasil para representar o país nesse torneio foi do Júnior. Não que seja muita surpresa, mas foram os brasileiros que levaram o título desse torneio. O torneio em si foi um sucesso de público e deu um verdadeiro show de habilidades.

Do Brasil para o mundo

Depois do sucesso em Los Angeles, em 1995 aconteceu o primeiro campeonato oficial no Brasil. Esse campeonato aconteceu no mesmo lugar de origem do futebol de areia, isso é, na praia de Copacabana.

O campeonato brasileiro de futebol de areia foi um sucesso, o que fez com que ele despontasse em todo o mundo! Em 1996 e em 1998 surgiram o Pro Beach Soccer Tour e a Liga Europeia que, juntos, tinham 60 jogos em toda Europa, Ásia e até mesmo os EUA.

Contudo, apenas em 2005 que ele foi integrado à FIFA, que organizou a primeira Copa do Mundo FIFA no Rio de Janeiro, mas, dessa vez, o Brasil ficou com o terceiro lugar.

Hoje, o futebol de areia chama a atenção especialmente pelas jogadas incríveis, como esses gols, eleitos pela FIFA os mais bonitos da copa de 2015.

Se você quiser saber quais são os artilheiros brasileiros do futebol de areia, pode dar uma olhada aqui.

ANÚNCIO