3 dicas para uma alimentação saudável na hora do exercício.

É, final do ano chegou, época de festas, comunhão e, claro, muita comida gostosa. Época em que quem cuidou da alimentação durante todo o ano deve ter mais dificuldade, negar uma rabanada não deve ser muito fácil.

Também é a época das férias, muitas famílias viajando e indo curtir a praia. Época em que academias e parques tendem a ficar um pouco mais cheios, seja por pessoas aproveitando o tempo das férias ou preocupadas com saúde e estética.

Mas, sabia que tão importante quanto praticar exercícios é o cuidado em manter um cardápio equilibrado? Comer mal pode ser a causador de câimbras e a razão de noites de sono mal dormidas. Enfim, praticar exercícios é ótimo, mas, cuide da alimentação também.

Alimentação
Foto: (reprodução/internet)

Na hora de ir para a academia ou para o parque dar aquela corrida, o que se come pode ser a diferença entre correr 1km ou 5km. E você? Come direito?

Alimentação pré-treino

Você vai encontrar nutricionista falando bem do hábito de comer antes de praticar exercícios e vai encontrar outros falando mal. Mas, o mais comum é a opinião de que é melhor comer algo antes do treino, especialmente se você for praticar pela manhã, logo depois de acordar.

ANÚNCIO

Comer antes dos exercícios vai te dar a energia necessária para a atividade, o que vai diminuir as probabilidades de sentir muita fadiga, além de melhorar o desempenho do seu treino. É importante alimentos que que sejam fontes de carboidratos de boa qualidade, isso é, carboidrato complexo.

O que é bom comer

Está confuso e querendo saber o que são carboidratos complexos? Um exemplo são pães e massas integrais. Eles são indicados por serem digeridos mais lentamente, o que vai te dar energia durante todo o treino.

Outra coisa que é muito boa para se comer antes do treino são frutas, além das vitaminas, elas dão glicose imediatas. Ah, glicose é fonte de energia para seu organismo. Uma coisa que pode cair muito bem é uma salada de frutas, ou, quem sabe, um açaí acompanhado de grãos.

E, se você está sedentário por sentir muitas câimbras na hora dos exercícios a banana pode te ajudar com isso. Ela é rica em potássio e vai evitar que você sinta essas dores.

E durante o treino?

Beleza, comeu antes de ir para o treino, mas, e durante o treino? Bem, enquanto você está no parque ou na academia, não é tão recomendável que você coma, a menos que seu treino dure mais de uma hora. Nesse caso, é bom você repor seus carboidratos.

O ideal é de 30 a 60 gramas por hora. Na realidade, o ideal é procurar um profissional, ele vai saber te indicar a quantidade exata que você precisa. Mas, se o seu treino for prolongado, repor vai ser importante para evitar fadiga e cansaço, já que a glicose do seu sangue estará baixa.

Ah, é certo que você vai precisar de uma coisa durante seus exercícios: muita água. Mantenha-se hidratado. Você pode comer barras de cereais, isotônicos, carboidrato em gel dissolvido em água, banana e água de coco.

E depois, o que comer no pós-treino?

Depois dos seus exercícios é importante reforçar a alimentação. O ideal são comidas ricas em carboidratos complexos e proteínas. Um peixe, pão integral, um queijo e, claro, os tradicionais frango e batata doce são ótimas pedidas.

Para bloquear a ação de radicais livres durante o exercício, será necessário comer antioxidantes, como azeite, castanhas, frutas, verduras e legumes. Um peixe no azeite, acompanhado de um bom queijo… não parece ser uma refeição ruim.

Comer imediatamente após o treino não é recomendado

Ah, esses alimentos devem ser consumidos entre 30 minutos a 2 horas depois do treino, para recuperar o organismo e evitar o catabolismo. Isto é, queimar as proteínas do músculo para gerar energia.

Agora, o mais importante na hora de praticar exercícios, é o acompanhamento de profissionais especializados na área. Seja do personal, para saber se você está praticando da maneira correta, seja um nutricionista, para cuidar do que você come.

ANÚNCIO