Buffon tentará título inédito na Champions League

Em toda a história do futebol, uma posição muito observada sempre foi a de goleiro. Afinal, esta é a peça fundamental para que um time esteja bem guardado. Entre os vários goleiros existentes, sempre tem os que se destacam. Um desses, sem dúvidas, é Gianluigi Buffon.

Aos 41 anos de idade, o goleiro italiano acumula uma série de conquistas em uma carreira muito bem sucedida. Sua carreira teve início em 1995, no clube de seu país natal, o Parma. No entanto, seu trabalho frente ao gol só ganhou grande visibilidade quando foi jogar pela Juventus, em 2001.

Buffon
Foto: (reprodução/internet)

Apesar dos excelentes troféus alcançados, existe um que ainda deixa o goleiro Buffon na curiosidade: a UEFA Champions League. Em 2019, o italiano segue sonhando em finalmente comemorar esta conquista em sua carreira.

Buffon amarga o vice na Champions

Um jogador de futebol, quando atua em no nível profissional deste esporte, possui vários sonhos de conquista. Seja o campeonato nacional do país em que está jogando ou até mesmo uma Copa do Mundo, os alvos a serem cumpridos são bem diversos.

Para Gianluiggi Buffon essa realidade de expectativas não é diferente. A grande diferença entre ele e os demais é que, nos seus 24 anos de carreira, a maioria desses sonhos já foi realizado. Por exemplo, na Copa do Mundo da Alemanha, em 2006, o goleiro foi campeão mundial com a seleção italiana.

ANÚNCIO

Mas, um grande objetivo ainda segue incompleto na vida de Buffon. No tema Champions League, o atleta só conseguiu chegar até a semifinal da competição, tendo que se contentar com a medalha de prata.

Ao todo, foram três vice campeonatos na UEFA Champions League. O primeiro, em 2002, contra o principal rival da Juventos, o Milan. Em 2015, em uma final difícil contra o Barcelona, mais uma derrota. E, por último, foi a vez de enfrentar o Real Madrid para conquistar a taça, mas a tentativa não teve sucesso mais uma vez.

A ida para o Paris Saint-Germain

Em 2018, o goleiro partiu em busca da taça em uma outra equipe, no clube francês Paris Saint-Germain. A ida para a França pegou a muitos de surpresa, mas o favoritismo do PSG ao título naquele ano chamou a atenção de Buffon.

Estrelas era o que não faltava no elenco do Paris. Uma defesa espetacular comandada pelo brasileiro Thiago Silva seguida pelo ataque ofensivo de Mbappé, Cavani e Neymar, é de fazer brilhar os olhos de qualquer um.

Mas, mesmo com a grande expectativa gerada sobre a equipe que agora tinha também Buffon no gol, o título não veio. Aliás, o goleiro chegou a ser culpado pela eliminação contra o Manchester United, que conseguiu se classificar após uma cobrança de pênalti.

O retorno de Buffon à Juventus

Por seu excelente histórico na equipe, as portas da Juve continuaram abertas para Buffon. Após a eliminação, o jogador resolveu voltar para o clube que esteve por quase duas décadas e, por mais uma temporada, tentará a sonhada conquista da Champions.

No entanto, dessa vez será diferente. O goleiro, apesar de seguir sendo uma lenda, assistirá à atuação da equipe do banco de reservas. Sem a braçadeira de capitão, Buffon não é mais o protagonista da Juventus.

A esperança da conquista se apoia sobre nomes como o de Cristiano Ronaldo, que chegou na equipe no ano passado. Enquanto isso, quem está no gol é o polonês Szczesny, de 29 anos. Mesmo sem a previsão de uma atuação expressiva nesta temporada, Buffon anseia como nunca pelo cobiçado título europeu.

ANÚNCIO