Athletico Paranaense bate o Grêmio e está na final da Copa do Brasil

A noite desta quarta-feira foi marcada de grandes emoções para o futebol brasileiro, em especial para dois clubes sulistas. Em decisões contra Cruzeiro e Grêmio, Inter e Athletico Paranaense (respectivamente) conseguiram o acesso à final da Copa do Brasil 2019.

Em especial, o clube do Paraná tem uma relação mais especial com o torneio: a única vez que conseguiu participar de uma final em copas foi há 6 anos, em 2013. No entanto, após devolver ao Grêmio o placar do primeiro jogo na Arena, o rubro-negro conseguiu a classificação nos pênaltis.

Athletico Paranaense
Foto: (reprodução/Globo Esporte)

Quer saber mais? Então continue a leitura deste artigo e saiba os principais acontecimentos dos jogos que definiram a final da Copa do Brasil 2019.

Grenal frustrado pelo Athletico Paranaense

A expectativa das torcidas dos principais clubes do Rio Grande do Sul era que Grêmio e Internacional marcassem mais um duelo histórico em uma final. Com grandes vantagens sobre seus respectivos adversários, a tendência era que ambas as equipes conseguissem a classificação.

No entanto, o Grêmio teve seu tempo de vida encerrado no torneio pelo Furacão. O placar para bater o tricolor pelo menos nos pênaltis era muito improvável, uma vez que apenas o Flamengo conseguiu vencer a equipe por dois gols de diferença nesta temporada.

ANÚNCIO

Mas, o Athletico Paranaense não desistiu facilmente desta missão. O primeiro gol veio logo aos 16 minutos do primeiro tempo. Bruno Guimarães recebeu um lindo cruzamento de Rony e bateu direto para o gol. A bola acabou sobrando nos pés de Nikão, que balançou a rede levando a Arena da Baixada à loucura.

O gol decisivo para a permanência dos atleticanos na competição veio logo no início da segunda etapa. Nos primeiros 3 minutos, Rony fez mais um lançamento preciso para a área. Dessa vez, quem aproveitou a oportunidade foi Marco Ruben. O atacante cabeceou, sem dar chances para Paulo Victor conter a bola.

Nos pênaltis, o Athletico Paranaense abriu uma vantagem de cinco gols sobre os gremistas. Na quinta cobrança do tricolor, o goleiro Santos foi mais preciso que Pepê, conferindo aos paranaenses a segunda maior chance de conquistar o título inédito da Copa do Brasil.

Colorado consegue a classificação

No Rio Grande do Sul, apenas o Internacional conseguiu atender às expectativas de sua torcida. No primeiro jogo da semifinal, o alvirrubro conseguiu estabelecer uma importante vantagem sobre a Raposa, terminando o jogo em 1 a 0.

No confronto decisivo, o colorado contou com o grande apoio de sua torcida e foi ainda mais agressivo, relembrando os tempos do Rolo Compressor. O placar final foi 3 a 0 para o Inter, com 2 gols de Paolo Guerrero e 1 de Edenilson.

O peruano goleador, emocionado, disse em entrevista:

“Graças a Deus, estamos na final. Fizemos uma grande partida como sempre jogamos em casa. Colocamos muita intensidade. Estou muito feliz pelos companheiros. Aqui em casa, somos imbatíveis. É incrível, o estádio lotado. Estou muito agradecido ao Inter e aos companheiros”

O Inter estava há mais tempo que o Athletico Paranaense longe da decisão da Copa do Brasil. A última oportunidade foi em 2009, quando a equipe foi eliminada pelo Corinthians.

A final

Os jogos que definirão o grande vencedor da competição acontecerão nos próximos dias 11 e 18 de setembro. Para definir a ordem de mando de campo, será realizado um sorteio amanhã, às 15h.

ANÚNCIO