Onefootball, a melhor opção para acompanhar seu time.

Onefootball, esse é o nome que você precisa se lembrar para acompanhar as últimas notícias do campeonato brasileiro, libertadores, champions league, enfim, para acompanhar o que acontece no mundo futebolístico.

Com tantas notícias e tanta coisa acontecendo, as vezes fica meio complicado acompanhar a tabela do Campeonato Brasileiro, ou as negociações de jogadores que estão acontecendo. Por exemplo, você sabia que o Inter pediu R$ 185 milhões pelo Gabigol?

Pois é, tem notícia saindo o tempo todo. Ainda bem que o meio de comunicação também tem evoluído, e hoje você tem o poder de acompanhar as últimas notícias do futebol na palma da mão, é só baixar o aplicativo no seu celular.

Onefootball
Fonte: Imagem Internet

Quanto mais tempo você demorar para acompanhar as notícias, mais elas vão se acumular. Não perca mais tempo! Conheça hoje mesmo o Onefootball.

Sobre o Onefootball

O aplicativo já começa com a opção de você escolher para que time você torce, seguido da escolha para qual seleção você torce. Possui um menu bem simples e intuitivo com a opção de escolher as notícias, jogos, preferências e um campo específico dos times que você segue.

ANÚNCIO

E sabe qual o melhor? Ele é totalmente gratuito. Isso mesmo, você vai poder acompanhar as notícias, jogos, enfim, todas as novidades do time que você torce, gratuitamente com esse aplicativo.

Onefootball é o aplicativo ideal para você que é aficionado por futebol e que não deseja perder nada do que está acontecendo. Com uma versão totalmente em português, você vai conseguir ver as notícias de mais de 8 mil times e 200 seleções

Curiosidades do Futebol

No mundo do futebol, não é só Brasil x Argentina que gera conflitos, na realidade, ele já foi um ritual de guerra, sendo “atualizado” pela Inglaterra em 26 de outubro de 1863. Data da fundação da Football Association.

No Brasil, foi com os cariocas que o futebol começou, em 1894 no Rio de Janeiro, mais precisamente na área delimitada pelas ruas Carlos de Campos, Pinedo e Paissandu. Tudo bem que há registros mais antigos, na China, Japão, América pré-hispânica, Grécia, Roma e Itália. 

Nem sempre o futebol foi um esporte aberto para todos, no início, de 1888 à 1988 os negros eram proibidos de integrarem os clubes e entidades regionais. Segundo historiadores, a proibição, segundo o governo da época, servia para evitar manifestações racistas. 

O Vasco da Gama foi o primeiro a permitir a inserção de negros em seu time e mais, incentivou outros times a, também, aceitarem negros no quadro de jogadores.

Como foi dito, futebol já foi um ritual de guerra. Na China, em 2.600 a.C. era um ritual chamado TsüTsü, só que na época não era algo muito bonito de se ver. Os guerreiros acreditavam que assimilariam a inteligência, valentia, força, habilidade e liderança do inimigo pelo pé.

No Japão, também nos anos 2.600 a.C. havia o Kemary, um ritual cujo objetivo era o controle da bola com os pés, revelando plasticidade, delicadeza e elegância. Essa prática ainda existe, celebrando o autoconhecimento, meditação, autocontrole e auto aprendizagem, além de ser uma base para a disciplina.

Entre 1.600 e 1.200 a.C., na América pré-hispânica, havia o Tlachiti, que utilizava uma bola de borracha dura para representar a batalha entre a luz e a escuridão.

Em suma, de ritual de guerra a confraternização do churrasco de domingo, e o futebol continua evoluindo, dentro de fora das quadras, VAR dentro, Onefootball fora para que você possa acompanhar as notícias.

ANÚNCIO